Capítulo VI: A Fórmula do Neófito.

Esta fórmula tem por “matéria prima” o homem ordinário inteiramente ignorante de tudo e incapaz de coisa alguma. Ele é, portanto, representado como vendado e amarrado. Seu único auxílio é sua aspiração, representada pelo o oficiante que o guiará ao interior do Templo. Antes de entrar ele deve ser purificado e consagrado. Uma vez dentro do Templo, é requerido que ele se sujeite a um juramento. Sua aspiração está agora formulada como Vontade. Ele executa a deambulação mística do Templo por motivos que serão descritos no capítulo sobre os “Gestos”. Após passar por mais purificações e consagrações, é-lhe permitido ver por um momento o Senhor do Oeste, e ele ganha coragem para resistir. Pela terceira vez ele é purificado e consagrado, e vê o Senhor do Leste, que empunha a balança, mantendo-o em uma linha reta. No Oeste ele ganha energia. No Leste ele é impedido de dissipá-la. Assim fortificado, ele pode ser recebido na Ordem como Neófito pelos três oficiantes principais, assim unindo a Cruz e o Triângulo. Ele pode então ser colocado entre os pilares do Templo, para receber a Baqueta e a final consagração. Nesta posição, os segredos do Grau lhe são comunicados, e a última de suas amarras é removida. Tudo isso é selado pelo sacramento dos Quatro Elementos.

Será percebido que o efeito de toda essa cerimônia é para impregnar uma coisa inerte e impotente com movimentos equilibrados em uma direção única. Numerosos exemplos desta Fórmula são dados em “O Templo do Rei Salomão”. Essa é a Fórmula da Cerimônia do Neófito da G.D. Deve ser empregada na consagração das Armas Mágicas pelo Magista, e pode ser também utilizada como a primeira Fórmula de Iniciação.

No livro chamado Z.2 são dados detalhes completos desta Fórmula que deveria ser bem estudada e praticada. Infelizmente, é a mais complexas de todas as Fórmulas. Mas este é o defeito da Matéria Prima da Obra, que está tão misturada que repetidas operações são necessárias para unificá-la.

Anterior | Topo | Índice | Próximo

Livro 4, Parte 1 · Livro 4, Parte 2 · Magick em Teoria e Prática (Livro 4, Parte 3) · O Equinócio dos Deuses (Livro 4, Parte 4)

Magick – Liber ABA – Livro 4


Thelema

Se você achou esse material útil ou esclarecedor, você também pode se interessar por:

Trademark

Ordo Templi Orientis, O.T.O., e o design do lámen da O.T.O. são marcas registradas da Ordo Templi Orientis.

Copyright

Todos os direitos autorais sobre os materiais de Aleister Crowley são detidos pela Ordo Templi Orientis. Este site não é um website oficial da O.T.O., nem é patrocinado ou controlado pela Ordo Templi Orientis.

O texto deste material de Aleister Crowley só foi disponibilizado aqui para uso pessoal e não-comercial. Este material foi disponibilizado aqui de uma maneira conveniente e pesquisável como um recurso de estudo para os aspirantes procurando por ele em sua pesquisa. Para qualquer uso comercial, por favor contate a Ordo Templi Orientis.

  • Esta página foi modificada pela última vez em: 2017/08/11 08:47
  • por John Bell