O Chamado

Nos dias 8, 9 e 10 de abril de 1904 e.v. este livro foi ditado a 666 (Aleister Crowley) por Aiwass, um Ente cuja natureza ele não compreende por completo, mas que Se descreveu a Si Mesmo como “o ministro de Hoor-Paar-Kraat” (O Senhor do Silêncio).

O conteúdo do livro prova, de maneira estritamente científica, e demonstrável como tal, que Aiwass possui conhecimento e poder além de tudo que foi até agora associado com as faculdades humanas.

As circunstâncias do ditame foram descritas no Equinox, Vol. 1, n. 7; mas um relato mais completo, com um resumo da prova do caráter do livro, é aqui dado a público.

O livro anuncia uma Nova Lei para a humanidade.

Substitui as sanções morais e religiosas do passado que em toda parte se deterioraram, por um princípio válido para cada homem e mulher no mundo Inteiro, e evidente por si mesmo.

A Revolução espiritual anunciada pelo livro já ocorreu; não há nenhuma nação onde ela não se manifeste abertamente.

A ignorância do verdadeiro significado desta nova Lei conduziu a grosseira anarquia. Sua adoção consciente, em seu correto senso, é a única cura para o desassossego político, social e racial que causou a Grande Guerra, a catástrofe da Europa e da América, e a ameaçadora atitude da China, da Índia e do Islã.

A solução, no livro, dos problemas fundamentais da matemática e da filosofia, estabelecerá uma nova época na história.

Mas não se deve supor que um instrumento tão potente de energia possa ser usado sem perigo.

Portanto convoco, pelo poder e autoridade que me foram confiados, todo grande espírito e mente agora encarnado sobre este planeta, para que assuma controle efetivo desta força transcendente, e a aplique para o progresso e o bem-estar da raça humana.

Pois como a experiência destes trinta e dois anos terrivelmente mostrou, o livro não pode ser ignorado. Ele fermentou a Humanidade sem que esta percebesse: e o Homem deve dele amassar o Pão da Vida. Seu lêvedo começou a agir na uva do pensamento: o Homem deve espremer desta o Vinho do Êxtase.

Vinde então, todos vós, em Nome do Senhor do Æon, a Criança Coroada e Conquistadora, Heru-Ra-Ha: eu vos chamo a partilhar deste sacramento.

Sabei – querei – ousai – e calai-vos!

O Sacerdote dos Príncipes,

ANKH-AF-NA-KHONSU.

 

Índice | Próximo


Thelema

Se você achou esse material útil ou esclarecedor, você também pode se interessar por:

Trademark

Ordo Templi Orientis, O.T.O., e o design do lámen da O.T.O. são marcas registradas da Ordo Templi Orientis.

Copyright

Todos os direitos autorais sobre os materiais de Aleister Crowley são detidos pela Ordo Templi Orientis. Este site não é um website oficial da O.T.O., nem é patrocinado ou controlado pela Ordo Templi Orientis.

O texto deste material de Aleister Crowley só foi disponibilizado aqui para uso pessoal e não-comercial. Este material foi disponibilizado aqui de uma maneira conveniente e pesquisável como um recurso de estudo para os aspirantes procurando por ele em sua pesquisa. Para qualquer uso comercial, por favor contate a Ordo Templi Orientis.