Liber XXI Khing Kang King - O Clássico da Pureza

Ching Chang Ching - O Clássico da Pureza

Primeiramente escrito por mim, Ko Yuen,
No episódio da dinastia de Wu, e agora rimado por mim
Aleister Crowley.

Liber XXI Khing Kang King - O Clássico da Pureza
Sigillum Sanctum Fraternitatis A∴A∴

Publicação da A∴ A∴
Em Classe B

Imprimatur:
O.S.V. 6=5 Imperator


I

Lao-chün, o Mestre, disse:
O Tao é desprovido de Forma -
Mesmo que o Céu e a Terra sejam levados ao nascimento,
E nutridos pela Sua norma.

O Tao não tem Vontade de Trabalhar;
Mesmo que pelo Seu Caminho do Céu
A Lua e o Sol alegram-se em andar
Entre os Sete Estrelados.

O Tao não tem Nome; Sua Palavra
É o Crescimento, e o Sustento
De Tudo; eu viso Lhe dar um Nome:
O Tao (que Chance próspera do Céu!)

O Tao tem uma fase gêmea, com o Teh:
O Silente e o Agitado.
Do Movimento, aqueles; desses, Repouso
Sublimemente manifesto.

O céu se move, Ele, puro Silêncio;
A terra repousa sob a Tensão;
O Vai-e-vem e o Tear, como a Palavra e o Útero,
Sustentam o seu Mistério

Puro Movimento causa o Descanso
Assim como o Silêncio causa o Estresse.
Se o homem estiver quieto, então o Céu vibrará
Com a Terra em Nada.

O Eu ama o Silêncio. Sim,
Mas a Mente o perturba.
A Mente ama o Repouso, mas a Praga da Paixão
Seduz o Intelecto tremulante.

Se o homem reter o desejo,
Sua mente deixará de girar,
E a soltura da mente possibilitará a pura paz
Do Silêncio à Alma.

Os sentidos não se sujarão;
O pensamento não estressará;
Nem os Venenos (Cobiça, Ira, Estupidez) criarão
Sua letalidade triforme.

Os homens não obtém a tranquilidade do Tao
Por causa da doença de seu desejo;
Porque sua mente não está refinada
De pensamentos por matar estes.

Se alguém matar os desejos,
Sua mente e corpo parecerão
Não mais ser dele; mas sim fantasias
Dançadas no sonho de um devasso.

Destrua a mente, destrua o corpo, destrua
O externo: a matéria se vai.
Então o espaço permanece; renove tuas dores!
Vá! Encare o inimigo final!

Assassine o espaço; então o Nada permanece.
Não segures tua mão santa!
Quando o Nada devolve antes do ataque,
Teu Silêncio permanece sereno!

O repouso de tudo, destituído de marca;
Como deveriam os desejos curar os dentes?
Quando eles são ultrapassados, seguramente tu tens
O Silêncio da Verdade.

Perfeita e Fixa essa Verdade,
No entanto, apta a todo apelo
A Natureza e o Sentido influenciar -
O ímã ao aço!

Ó! Este Contato verdadeiro com tudo
Elástico e exato
Que ainda acima de suas marés -
O Silêncio livre do Ato!

Aquele que tem isto deve vir
Pouco a pouco, um suspiro,
Então flui ele agora, para a Verdade do Tao,
Onde ele se desvanece.

Os homens o chamam de Senhor do Tao,
No entanto, Ele nada tem para assenhorear.
Ele escondeu o motivo de todos que sejam:
O suficiente para a Sua recompensa!

Aquele que compreende
Esta Doutrina pode transmitir
Este Tao Sagrado aos homens que se comprometem
Em compreendê-Lo.

II

Lao-chün, o Mestre, disse:
O adepto em habilidade da alma
Nunca tem uma meta; a vergonha do negligente
É que ele busca um objetivo.

Quem mais possui o Te
Oculta seu poder mágico;
Quem menos tem exibe sua força
Sete vezes por hora.

Estes, que se agarram firme aos Poderes,
Que os guardam, e mostram
Sua Arte mágica - eles não são parte
De Tao, tampouco do Teh.

Os homens não ganham a Verdade do Tao
Porque suas mentes estão distorcidas.
A mente desenfreada, o Eu perturbado,
E perde o ritmo da maré.

Perdidos, o externo os seduz;
Eles se voltam para buscá-lo: então
Todas as coisas embaraçam, confundem e atormentam
Aqueles homens miseráveis.

Pensamentos desordenados surgem;
O corpo e a mente ficam doentes.
A desgraça e o medo crescem ano a ano
Até seu climatério.

Selvagens, eles são arremessados
Através da vida e da morte; eles tremem,
Afundados no estresse do mar da amargura,
E perdem o Tao para sempre.

O Tao verdadeiro e contínuo!
Quem entendeu;
Quem possui o Tao está aqui e agora
No silêncio do Caminho

Traduzido por Frater Set Rah em 2011


Thelema

Se você achou esse material útil ou esclarecedor, você também pode se interessar por:

Trademark

Ordo Templi Orientis, O.T.O., e o design do lámen da O.T.O. são marcas registradas da Ordo Templi Orientis.

Copyright

Todos os direitos autorais sobre os materiais de Aleister Crowley são detidos pela Ordo Templi Orientis. Este site não é um website oficial da O.T.O., nem é patrocinado ou controlado pela Ordo Templi Orientis.

O texto deste material de Aleister Crowley só foi disponibilizado aqui para uso pessoal e não-comercial. Este material foi disponibilizado aqui de uma maneira conveniente e pesquisável como um recurso de estudo para os aspirantes procurando por ele em sua pesquisa. Para qualquer uso comercial, por favor contate a Ordo Templi Orientis.

  • Esta página foi modificada pela última vez em: 2017/08/11 14:54
  • por John Bell